terça-feira, abril 23

As memórias de Chie Yamamura e de sua família, assim como de amigos e funcionários antigos,

foram escritas através da sensibilidade do jornalista José Ruy Gandra

A Yamamura em seus primeiros anos de funcionamento / Livro Yamamura 50 anos luz – Divulgação

Em outubro, a Yamamura, maior loja de iluminação da América Latina, completa 50 anos. Para comemorar uma data tão simbólica, nada melhor do que contar essa história de sucesso para as novas gerações e, também, para todos os fãs e clientes da megastore. Por essa razão, nasceu a ideia de eternizar essa trajetória nas páginas de um livro, que foi contado principalmente por Chie Yamamura, de 83 anos, matriarca da família e viúva de Tokyo Yamamura, mais conhecido como Geraldo, – o casal fundador da Lustres Yamamura, em 1972.

Para enriquecer a obra, seus três filhos – Marcelo, Thaís e Roberto, assim como antigos funcionários da loja e grandes amigos, também contribuíram com memórias sobre o longo caminho de superação da família. Todos esses relatos foram reunidos e escritos pelo jornalista José Ruy Gandra, que assina o livro Yamamura 50 anos Luz, da editora Gandra – Livros sob medida. Muito além dos desafios profissionais, as páginas também revelam as lutas vivenciadas por três gerações da mesma família – formada por imigrantes japoneses e seus descendentes em um novo país, o Brasil.

Na primeira foto, Geraldo e Chie com os seus filhos pequenos. Na segunda, uma imagem atual da família com dois importantes colaboradores que ajudaram a escrever a história da loja. Da esq. para a dir – Os filhos Beto e Marcelo Yamamura ao lado do Claudio. Logo abaixo, a filha Thaís ao lado da mãe Chie Yamamura e acompanhadas por Dona Lourdes, uma das funcionárias mais antigas da rede / Livro Yamamura 50 anos luz – Divulgação

De salão de cabeleireiros à loja de lustres

A primeira unidade da loja Lustres Yamamura, localizada na Rua Consolação, tornou-se um endereço icônico na cidade de São Paulo, um verdadeiro cartão postal. No entanto, muitas pessoas desconhecem que antes de se consagrar como uma loja de luminárias, o endereço abrigou um salão de beleza comandado por Chie e Geraldo Yamamura. Em um pequeno imóvel, com apenas 8m de frente, o casal dava os seus primeiros passos no empreendedorismo, tradição vinda de boa parte da família – formada por imigrantes japoneses e seus descendentes – que já atuavam com sucesso no ramo de cabeleireiros. No entanto, o tino de Geraldo para os negócios o conduziu para o segmento de iluminação, que já ganhava destaque naquela região da cidade.

Geraldo Yamamura nos tempos de cabeleireiro / Livro Yamamura 50 anos luz – Divulgação
Casamento de Chie e Geraldo Yamamura – o casal foi formado por dois meios-irmãos, já que Chie era filha de Rosa e,Geraldo, um dos filhos de Toichi. Com o casamento arranjado dos pais, ambos viúvos, o destino tratou de aproximar os futuros noivos e proprietários da Yamamura / Livro Yamamura 50 anos luz – Divulgação

“Uma cena que trago gravada na memória é a de uma tarde na rua da Consolação na década de 1960, quando havíamos acabado de abrir um salão de cabeleireiros vizinho às lojas de lustres chiques que funcionavam no local… Me lembro de ter pensado: Acho que eu nunca vou ter um lustre na minha vida. Mas como eles são bonitos. Nem nos meus sonhos mais distantes eu poderia ter suposto que, sob o comando de Geraldo, a Yamamura iria crescer tanto, popularizar os lustres, e se tornar a maior loja de iluminação do Brasil… Graças ao pioneirismo e determinação do Geraldo e à dedicação de nossos três filhos Marcelo, Thaís e Roberto após sua morte”, trechos de Yamamura 50 anos luz, com depoimento de Chie Yamamura.

5 décadas de transformações

Nessa caminhada, o grande diferencial da Yamamura foi a democratização dos lustres, de forma a oferecer preços mais acessíveis, tendo vista que antigamente esses produtos eram considerados artigos de luxo. Pouco a pouco, a loja foi ganhando espaço no mercado e no coração dos paulistanos. “No começo, em todas as lojas, os lustres ficavam pendurados no teto. Os clientes só os viam a distância e não podiam tocá-los ou observar mais atentamente os detalhes do produto. Um dia, após termos conversado a esse respeito, ele mandou baixar os lustres à altura dos olhos dos clientes, para que eles pudessem vê-los de perto e tocá-los. Em menos de um mês, toda a concorrência seguiu o nosso exemplo. É impressionante como era aguçada a intuição do Geraldo sobre as preferências dos compradores”, lembra Chie, em um dos trechos.

Fachada da Yamamura através do tempo: na época de seu Geraldo e atualmente / Divulgação

O livro revela também como a Yamamura conseguiu atravessar diversas turbulências no decorrer dos anos, como todos os planos econômicos que sacudiram o Brasil nas décadas de 80 e 90, assim como um incêndio ocorrido na unidade central, ainda nos anos 70. Geraldo, Chie e posteriormente, os seus três filhos também fizeram com que a rede pudesse se reinventar e modernizar frente a tantas transformações no mercado de decoração, assim como nas mídias de divulgação – impresso, rádio, TV e internet. Essas e outras histórias são contadas nas 240 páginas do livro.

Atualmente, a Yamamura possui cinco unidades físicas em São Paulo, além da sua loja online, com venda para todo o Brasil, que conta um mix variado de lustres, pendentes, arandelas, abajures, luminárias de piso e mesa, spots, plafons e ventiladores, sendo ainda referência em LED.

Hoje: um mix variado de produtos na área da iluminação / Livro Yamamura 50 anos luz – Divulgação

Outra fonte importante do livro é Yoshiko Sato, a “Dona Lourdes”, uma das colaboradoras mais antigas da rede, atual gerente da unidade Consolação, e que começou a trabalhar com os Yamamura ainda na época do salão (local que também abrigou uma perfumaria e uma fábrica de perucas). “Entrei como aprendiz… Depois fui trabalhar na fábrica de perucas. Um dia, faltou um operador de caixa. ‘Lourdes, preciso de você. O rapaz vai ter de sair para fazer entrega de perucas e não tenho ninguém para ficar no caixa. Você pode me ajudar?’ Tudo bem. Eu fiquei um mês no caixa do salão de cabeleireiro. Quando ele abriu a loja, no começo dos anos 1970, passei a ser funcionária da Lustres Tokyo Yamamura. A primeira loja ficava na quadra de cima da Consolação… Nunca mais me afastei da família Yamamura,” lembra Dona Lourdes, em parte do livro.

Família Yamamura reunida com amigos e colaboradores / Livro Yamamura 50 anos luz – Divulgação

“Foi essa jornada de humildade e dedicação que transformou um nome de família em uma marca de primeira grandeza. Na memória afetiva de muitos paulistanos, o nome Yamamura tornou-se sinônimo de luz e, também, um ícone de São Paulo em sua pulsão incessante. Ao longo de seu relato, Chie nos presenteia com detalhes altamente tocantes de sua vida com Geraldo. A morte dele. Suas apostas, acertos e equívocos. Tudo por um prisma absolutamente humano. A família, a loja, a rua da Consolação e a cidade. Detalhe: não é apenas Chie a narradora. Nessa saga familiar e empresarial, você verá também a visão de filhos, familiares, colaboradores, fornecedores e amigos.”, conta o autor José Ruy Gandra, na abertura do livro.

Sobre a Yamamura

A Yamamura, que completa 50 anos em 2022, se destaca no mercado por oferecer soluções completas em iluminação – tanto decorativa quanto técnica – alinhadas à qualidade, preço competitivo e um verdadeiro time de especialistas. Considerada a maior megastore do segmento da América do Sul, a marca conta com um mix variado de produtos, com destaque para os itens exclusivos e importados. A marca possui lojas na Rua da Consolação, Shopping Lar Center, Campinas, São Bernardo do Campo e Santo André, além de um Centro de Distribuição e a loja online.

Serviço Yamamura

Loja online: yamamura.com.br

E-mail: [email protected]

Atendimento Online (Vendas e Orçamentos)

Whatsapp (11) 99737-2516 (para todas as lojas)

De segunda a sábado, das 10h às 18h

Redes e Blog

Blog: blog.yamamura.com.br

Instagram: @yamamuraoficial

Facebook: yamamuraoficial

Pinterest: yamamuraoficial

Youtube: yamamuraoficial

Lojas Físicas Yamamura

Consolação

Horário de atendimento

De segunda-feira a sexta das 9h às 21h.

Sábado, das 9h às 20h.

Domingo, das 10h às 18h.

Rua da Consolação, 2004/2064. Tel.: (11) 3218-2727

Shopping Lar Center

Horário de atendimento

De segunda-feira a sábado das 10h às 22h.

Domingo, das 14h às 20h.

Av. Otto Baumgart 500, Loja 223A Vila Guilherme

Entrada pelo estacionamento D5. Tel.: (11) 2089-0023

São Bernardo do Campo

Horário de atendimento

De segunda-feira a sábado das 10h às 18h

Av. Rotary, 825 (acesso pelo KM 23 da Rodovia Anchieta)

Tels.: (11) 4335-3902/ 4127-9724. (Loja dentro do Complexo Center Castilho)

Campinas

Horário de atendimento

De segunda-feira a sábado das 10h às 22h

Domingo, das 12h às 20h

Parque D. Pedro Shopping /Entrada das Pedras

Av. Guilherme Campos, 500 – Jardim Santa Genebra

Tel.: (19) 3208-9122/3208-9100

Texto enviado por: Karina Monteirodc33 Comunicação

Share.