terça-feira, abril 23

Nesse post “Garantias no mercado imobiliário: Seguro fiança”, você vai entender o papel desse seguro, a sua cobertura, regras, prazos, vantagens, além de conhecer quais as outras garantias existentes no mercado para a locação de imóveis.

Como sabe-se, é comum que o locador exija do locatário um tipo de garantia com o objetivo de eliminar todos os possíveis ricos de inadimplência, sendo assim o seguro fiança um tipo de alternativa que proporciona certa segurança ao dono do imóvel locado.

Dessa maneira, separamos algumas informações para que você tenha um pouco mais de conhecimento sobre o seguro fiança e suas características. Lembrando que o ideal é sempre contar com o auxílio de um especialista para dúvidas mais complexas, recomendamos que converse com um advogado imobiliário especialista no assunto.

Garantias no mercado imobiliário: Seguro fiança

Ele tem um papel muito importante no desenvolvimento das garantias locatícias, e de maneira lenta é esperado que o mercado, ou seja, as imobiliárias, clientes e seguradoras possa reconhecer os benefícios da mesma, ampliando assim a utilização desse tipo de garantia.

Para entender melhor o assunto e conhecer de verdade as garantias desse seguro procure uma imobiliária em Jaraguá do Sul

Além disso há um potencial crescimento em relação a essa garantia, uma vez que com novas regras estabelecidas o seguro fiança melhorou bastante o cenário da utilização do mesmo.

O que é o seguro fiança?

Ele é uma forma de garantia do pagamento do aluguel, sendo que o mesmo dispensa a necessidade de um fiador, três depósitos ou até mesmo a garantia do contrato de locação.

Sendo assim, podemos afirmar que o seguro é contratado pela pessoa que está locando o imóvel, e o segurado é o proprietário do mesmo.

Esse tipo de garantia vem crescendo nos últimos tempos por conta da segurança que ela proporciona, além das facilidades que ele vem oferecer para quem está contratando o mesmo.

Agora que você entendeu o que é um seguro fiança, chegou a hora de explicar outras características dessa garantia.

Cobertura do seguro fiança

Ele é utilizado para que o proprietário do imóvel tenha uma garantia do pagamento do aluguel que possa ser devido nos casos em que o inquilino for inadimplente, além também de multas.

Há também a possibilidade de contratar as coberturas de maneira adicional para taxas relacionadas ao imóvel, como por exemplo: condomínio, IPTU, água, energia, além de alguns reparos.

Além disso, o seguro fiança também poderá cuidar do despejo caso precise, de forma jurídica e também fazendo o contato direto com o inquilino do imóvel em questão.

Regras para o seguro fiança

Segundo as regras estabelecidas para o seguro fiança, eles devem possuir cobertura básica e de contratação obrigatória, ou seja, a cobertura relacionada a falta de pagamento do aluguel.

Outras coberturas como por exemplo: inadimplência com IPTU, danos no imóvel entre outros são contratações opcionais.

Além do mais, sua regulamentação determina que a seguradora deverá ser definida através de um acordo entre o proprietário do imóvel e o locatário.

Com essas medidas é possível fazer a contratação do seguro fiança de forma que fique adequado para ambas as partes, facilitando a vida de quem vai locar o imóvel e garantindo a segurança necessária para o dono do mesmo.

Prazo do seguro fiança

De acordo com as regras, o prazo relacionado ao contrato de seguro fiança locatícia, é o mesmo referente a locação do imóvel.

Antes do ajuste nas regras, sua duração era de 12 meses, sendo que essas condições geravam muita burocracia a mais para quem está alugando o imóvel.

Caso o contrato tenha sido renovado por um período indeterminado, a seguradora e o dono do imóvel devem fazer a negociação dos valores, assim como os prazos para a renovação, assim como uma nova análise de risco.

Vantagens do seguro fiança

Umas das maiores vantagens que o seguro fiança proporciona, é o fato de que ele elimina o problema da necessidade de um fiador para a locação de um imóvel.

Com essa condição, essa modalidade se torna cada vez mais vantajosa, uma vez que, há uma maior flexibilidade na hora de contratar o seguro fiança, sem a necessidade de ter que achar uma pessoa que atenda a todos os critérios que um fiador exige.

Outras garantias para a locação de imóveis

Além do seguro fiança que você conheceu melhor nesse post, separamos outras garantias que são utilizadas para a locação de imóveis, como por exemplo:

Poupança fiança

Essa poupança também é conhecida como depósito caução, e funciona com um depósito feito pelo inquilino, sendo que esse valor é correspondente a 3 vezes o valor do aluguel.

No fim do contrato, a pessoa locatária deverá entregar o imóvel nas mesmas condições que recebeu, assim como o valor que foi depositado referente à caução será devolvido para o mesmo.

Fiador

Essa é outra garantia que o dono do imóvel tem de que vai receber os valores dos aluguéis. Dessa forma o fiador é uma pessoa que será responsável por pagar o aluguel entre outros valores inadimplentes.

Nesse post você conheceu características e informações importantes a respeito do seguro fiança, além de conhecer outras modalidades de garantia.

Share.