quinta-feira, maio 30

Quando fazemos um financiamento imobiliário para comprar o imóvel dos sonhos na imobiliária, existem diversos pontos que precisam ser analisados, principalmente quando falamos da quantidade de parcelas. Sendo assim, é primordial ter um bom planejamento financeiro, visto que com o tempo ele pode ter algumas mudanças e você querer antecipar as parcelas, a fim de livrar-se da dívida. 

Contudo, por mais que você já esteja morando no apartamento há um bom tempo, pode ser que não tenha pesquisado muito sobre as possibilidades. Então, pensando em te ajudar, preparamos o post de hoje para explicar melhor como antecipar as parcelas do financiamento e quando essa opção pode ser vantajosa. Vamos lá?

Como é feita a antecipação de parcelas de um financiamento?

Ao financiar um imóvel, você está pedindo um valor emprestado para a instituição financeira, que paga à vista para o vendedor e recebe o valor de forma parcelada, com taxas de juros aplicadas. Mas, quando você decide antecipar as parcelas do financiamento, deixa de arcar com os juros, visto que a quitação irá ocorrer antes do prazo previsto. 

Geralmente, as últimas parcelas do contrato são antecipadas e isso é bastante vantajoso, pois esse formato de amortização permite finalizar a dívida antes, com desconto nas prestações que têm maior prazo para vencer. 

Por exemplo se quer pagar a parcela de novembro de 2022, mas também quer aproveitar para pagar mais uma, pode quitar a atual e o pagamento da parcela de 2025 (supondo que essa seja a última prestação de seu financiamento). Então, aqui ocorre o que é conhecido como desconto progressivo, visto que o abatimento é dado nas últimas prestações.

Mas, também existe a opção de fazer a antecipação por ordem direta, ou seja, quando você paga as duas ou mais próximas parcelas. Nessa situação, os descontos também são proporcionais ao prazo das respectivas parcelas, mas o abatimento pode ser menor por conta do período. 

Quando a antecipação pode compensar?

É importante deixar claro que, por mais que pareça vantajoso antecipar as parcelas em qualquer situação, existem casos e casso, sendo importante analisar com cautela, a fim de garantir a melhor escolha para você. 

Portanto, em alguns casos, os juros do financiamento são baixos, principalmente se o contrato é feito por programas sociais, resultando em descontos que podem não ser tão altos assim. Portanto, se você paga uma taxa baixa nas prestações regulares, o valor do abatimento será na mesma proporção. 

Por outro lado, quando os juros são mais altos, os abatimentos também serão. Sendo assim, é muito importante avaliar a sua situação e ver o que realmente compensa. Mas, não podemos deixar de lembrar que, se realmente quiser quitar a dívida, existem outros benefícios para aproveitar, como a liberação do perfil de crédito para realizar outros planos. 

Vale lembrar ainda que a antecipação pode falar a pena quando você cria um bom planejamento financeiro. Dessa forma é importante analisar as contas que tem todos os meses, ainda que não sejam dívidas vencidas ou outros financiamentos. Além disso, inclua contas de água, luz, internet, alimentação e compras no cartão de crédito. Com isso, poderá analisar sua saúde financeira e situação atual, observando se é mais vantajoso antecipar as parcelas ou não. 

Por fim, para pessoas que tem vários empréstimos em andamento, é importante analisar com cuidado antes de solicitar a antecipação das parcelas. Afinal, pode ser bastante ariscado assumir vários compromissos de uma vez e não conseguir arcar com um deles ou até mesmo todos. Mas, caso observe que pode dar esse passo, o recomendado é dar preferência por antecipar o financiamento de maior valor ou que os juros são mais altos. 

Como fazer o cálculo certo?

É comum as pessoas se esquecerem que além dos juros, outras taxas são cobradas no financiamento, sendo que geralmente elas não são abatidas das prestações que serão antecipadas. Portanto, seguros, taxas administrativas e até mesmo a Taxa Referencial cobrados nos financiamentos, são alguns exemplos do que não deixam de ser cobrados, independente se você realiza a antecipação ou não. 

Justamente por isso, é fundamental saber quais são as taxas e demais encargos de seu financiamento, analisando o contrato, além de fazer o cálculo para saber como ficaria a conta. Para isso, o ideal é realizá-lo em uma calculadora própria, sendo que existem muitas disponíveis na internet. 

Como adiantar as parcelas do financiamento?

Bom, se você fez todos os cálculos necessários da forma correta e identificou que realmente será vantajoso adiantar as parcelas do financiamento, é hora de entrar em contato com a instituição financeira para pedir a antecipação. Você pode checar se a empresa permite realizar essa funcionalidade no site ou aplicativo, ou se é necessário fazer o pedido de forma presencial.

Então, agora que você sabe como adiantar as parcelas do financiamento e, principalmente, saber quando essa opção vale a pena, já pode fazer seus cálculos.

Share.