quinta-feira, maio 30

Você é daquelas pessoas que gosta de ter domínio de todos os gastos durante uma viagem ou apenas está querendo saber como fazer o cálculo de gasolina para aquela viagem com os amigos?

Então esse texto é ideal para você! Com carro alugado, através de consultas veiculares on-line, ou carro próprio, saber fazer essas contas é essencial para diminuir os custos de um passeio e também otimizar tempo de deslocamento.

Portanto, se você ainda não sabe como fazer o cálculo de custos de uma viagem de carro, confira agora tudo o que você precisa saber para nunca mais passar aperto para dividir as contas durante a viagem em família ou com amigos.

Como fazer o cálculo de gasolina durante uma viagem?

Preparar um bom roteiro de viagem é essencial para você aproveitar tudo o que o local da sua viagem tem a oferecer. Além disso, o roteiro também ajuda no controle de gastos e cálculo de gasolina e pedágios.

Portanto, para você saber exatamente quanto vai gastar ou quanto gastou de combustível, o cálculo de gasolina deve seguir alguns critérios e especificações particulares de cada veículo. Ou seja, o valor muda de acordo com o tipo de carro usado.

1- Autonomia do veículo

O primeiro passo para o cálculo de gasolina é analisar a autonomia que o seu veículo oferece. Caso você não tenha conhecimento da autonomia do carro, você pode optar por consultar o manual, onde encontrará um valor médio.

Entretanto, também existe uma maneira prática de descobrir a autonomia do veículo, caso esse valor não seja disponibilizado no painel do carro. Para isso, comece zerando o hodômetro após completar o tanque de combustível.

Após esse passo, anote o valor de quilometragem para saber exatamente quanto foi a distância que você percorreu. Após rodar o necessário, abasteça novamente o tanque. Depois, basta fazer o cálculo: quilometragem rodada dividida por litros abastecidos. O resultado será a autonomia do carro, como por exemplo, 13km/litro.

2- Cálculo de gasolina necessária

Sabendo a autonomia do seu veículo você pode seguir para o cálculo de gasolina necessário para percorrer todo o percurso da viagem. A fórmula para esse cálculo funciona assim: distância dividida por autonomia do carro.

Portanto, como vimos anteriormente no exemplo, se o carro tem autonomia de 13 km/litro e a distância da viagem é 250 km, a quantidade de gasolina para completar o trajeto é: 250 dividido por 13 = 19,2 litros. Ou seja, serão necessários 19,2 litros para completar a viagem.

3- Valor médio de combustível

Agora que você já sabe a autonomia e também a quantidade de combustível para completar o percurso, é possível fazer o cálculo de gasolina e seu valor. Ou seja, saber quanto de dinheiro você vai gastar com combustível durante a viagem.

Para realizar o cálculo procure descobrir o valor médio da gasolina nas estradas que percorrerá durante o trajeto e também na cidade de destino. Sabendo o valor médio, é possível chegar a uma estimativa de quanto você irá precisar para abastecer o carro.

Assim como os cálculos anteriores, esse também é muito simples. Com isso, ele funciona assim: multiplique a quantidade de gasolina necessária para o trajeto pelo valor médio de combustível que você encontrou. Ou seja, 19,2 x 5,30 = 101,76 reais.

O que diminui o cálculo de gasolina?

Como você já deve imaginar, uma boa pilotagem favorece o consumo equilibrado de combustível. Portanto, evite acelerar e frear regularmente, procure manter uma velocidade contínua. 

Além disso, manter a calibragem dos pneus em dia, conjugando a um bom alinhamento e balanceamento também auxilia no menor gasto de gasolina, o que consequentemente acarreta no cálculo de gasolina final.

Como calcular o gasto com pedágio

Agora que você já sabe como fazer o cálculo de gasolina, chegou o momento de saber calcular outro gasto importante durante uma viagem de carro, o custo com pedágio. Assim como no cálculo de gasolina será necessário um bom roteiro prévio.

Portanto, apesar dos valores de pedágio serem bem diferentes nas diversas regiões do país e às vezes até do estado, é possível ter uma do valor a ser gasto se você considerar principalmente os três passos a seguir.

1- Encontrar a melhor rota

Ao contrário do que muitos pensam, às vezes escolher a rota mais curta não é a melhor escolha. Isso acontece porque as condições das estradas podem não ser as melhores, levando a mais gastos com combustível.

Por isso, encontrar rotas com pedágios podem ser mais assertivas no quesito segurança e qualidade de viagem, influenciando menos no cálculo de gasolina, mesmo que eleve um pouco o gasto com pedágios.

Outro fator importante é observar a variância de preço dos pedágios entre as rotas, às vezes uma rota mais longa e com mais pedágios pode sair mais enconta que uma curta e menos pedágios, por conta do valor de cada cobrança.

2- Tipo de veículo

Assim como o cálculo de gasolina muda de acordo com o veículo usado, o valor do pedágio também pode variar pelo mesmo motivo. Ou seja, cada categoria de veículo representa um valor diferente, pois também oferece maior ou menor desgaste nas pistas.

Portanto, a maioria dos veículos leves estão inseridos na categoria 3, pois não possuem reboques. O valor aumenta caso você esteja dirigindo um ônibus ou um caminhão, assim como uma caminhonete com reboque. 

Conclusão

Com tudo isso exposto, agora você já pode perceber como é simples o processo de cálculo de gasolina durante uma viagem de carro, certo? Portanto, se você seguir essas dicas e os cuidados necessários para a manutenção do carro, sua viagem não terá gastos inesperados.

É muito importante que para fazer uma viagem tranquila, como citado anteriormente, o roteiro seja feito de maneira organizada e pensada para otimizar tempo e gastos. Vale destacar novamente que nem sempre o menor percurso é o mais barato.

Com isso, procure equilibrar o cálculo de gasolina com o cálculo de pedágios para que você possa encontrar um valor aceitável para você e todos que estiverem no carro pagarem. Por fim, nunca se esqueça de usar o cinto de segurança durante todo o trajeto. De nada vale economizar nos cálculos e colocar a sua ou outras vidas em risco.

Share.