quinta-feira, maio 30

O depósito de material, especialmente no ramo da construção, é essencial para o armazenamento de insumos. Indispensável em qualquer obra, é por meio dele que se faz a gestão de material.

Funcionando como um guarda estoques da obra, o depósito é o local ideal para armazenar de insumos a equipamentos. Assim, tudo que você precisa estará à disposição em tempo hábil.

Mas, afinal, como usar adequadamente um depósito de material na construção? Como otimizar a organização desse espaço para ganhar tempo e evitar perdas? Confira mais neste artigo 5 dicas de como usar o depósito na construção!

O que é um depósito de material?

No entanto, antes de falarmos sobre como usar o depósito de material na construção, vamos entender o que é esse espaço na prática. No geral, esse tipo de local nada mais é do que um espaço para armazenamento de materiais e insumos dos mais variados tipos.

Isto é, ao pesquisar por depósito de material, o mais comum é encontrar referências do ramo da construção. No entanto, o termo pode ser aplicado também para outros setores.

Isso porque um depósito serve para guardar e armazenar qualquer tipo de material. Ou seja, a sua aplicabilidade é bem grande.

Além disso, em muitos casos o depósito também é usado para estocar itens que serão comercializados. Um bom exemplo disso são os almoxarifados.

E o que é depósito de material de construção?

No entanto, falando especificamente do ramo da construção, o depósito de material é um espaço destinado para o estoque de itens e insumos utilizados em uma obra.

Assim, quando falamos em depósito de construção, temos um local específico onde serão guardados os mais diferentes tipos de itens. De ferramentas e materiais como cimento, areia e pedra, tudo isso é guardado em um depósito.

O objetivo é evitar perdas ou degradação desses materiais, além de ter um local específico sempre que algo for necessário para a obra.

Como montar um depósito de material?

Para montar um bom depósito de material, é sempre importante saber qual será a sua função. Como já vimos aqui, o depósito pode tanto armazenar itens de uma obra quanto insumos que serão comercializados.

Dessa forma, o primeiro passo é saber qual o objetivo desse guarda estoques e de que forma ele utilizará uma determinada função.

Ou seja, é importante que o depósito dê retorno ao investimento feito, além de auxiliar na economia de tempo, diminuição de perdas e otimização de processos.

Importância de um bom depósito de material

Esses fatores também demonstram a importância de um bom depósito de material. Ter um local destinado para guardar e preservar itens e insumos é essencial para muitos negócios e organizações.

Organizar a logística de como alguns insumos serão guardados é importante também para o desempenho de muitas atividades.

Essa organização de itens auxilia no trabalho e no dia a dia de funcionários e colaboradores. Tudo isso também afeta cronogramas, entregas, planejamento e orçamento de qualquer projeto.

5 dicas para um bom depósito de material

Mas não basta apenas saber apenas o que é e qual a importância de um depósito de material. Outro fator importante aqui é saber como otimizar esse espaço para o uso contínuo.

Isto é, de nada adianta ter um espaço destinado ao armazenamento de itens se ele, na prática, não ajuda em outros processos. Essa organização precisa auxiliar no desempenho das demais atividades.

E para te ajudar a tornar isso realidade, separamos aqui 5 dicas para um bom depósito de material. Confira!

Mantenha o depósito de material organizado

Em primeiro lugar, lembre-se de sempre manter o depósito organizado e em condições de guardar os materiais e insumos utilizados. Isso, aliás, afeta diretamente a qualidade do que é armazenado.

Sem as condições adequadas, são maiores as chances de perda e degradação do material acondicionado no local.

Danos por mofo, poeira e umidade são os mais comuns de acontecer. Sendo assim, mantenha o estoque limpo e organizado.

Organização otimizada conforme o uso dos insumos

Por ter como objetivo a otimização de processos, é fundamental que o depósito seja organizado conforme o uso dos insumos.

Além disso, a organização por uso ajuda também na melhoria da produtividade e na otimização de tempo e espaço. Manter junto itens da mesma categoria é uma forma de facilitar que eles sejam encontrados.

Dessa maneira, outra prática importante é que os insumos fiquem em um local de fácil acesso. Isso ajuda os colaboradores a usarem e guardarem itens com mais praticidade e sem perda de tempo.

Conheça as demandas por materiais

No entanto, nada disso é possível sem que o responsável pelo estoque não conheça as demandas por cada material guardado no depósito.

É essencial que os itens utilizados com mais frequência tenham um espaço maior para armazenamento. Eles também devem ser colocados em um local que facilite a sua retirada.

Outro detalhe importante é saber quando esse insumo será usado, e em qual etapa do projeto. Assim, é possível se organizar para repor cada item quando necessário e mantê-lo armazenado apenas pelo tempo necessário.

A compra de insumos que só serão utilizados mais a frente é um dos principais motivos para a perda por degradação. Dessa forma, o ideal é que cada material seja adquirido apenas quando de fato for necessário.

Preze por uma boa reposição

Com isso, a empresa também terá uma boa reposição do seu depósito de material. Manter essa reposição é indispensável em uma obra.

Compras estratégicas são um bom meio de economizar dinheiro e espaço. Por meio dela, insumos necessários para a obra estarão sempre à disposição no tempo adequado.

Faça a gestão de estoque

No entanto, para que tudo isso seja feito da forma correta, com otimização e economia, a gestão de estoque é fundamental. Para isso, utilizar um software de gestão de estoque e de obra pode ser de grande ajuda.

Com ele, o gestor evita perder tempo conferindo manualmente o que está disponível e o que deve ser reposto. Ganhando mais tempo, há também uma maior profissionalização no desempenho do serviço.

Share.