quinta-feira, maio 30

Você sabe o que é e como funciona o processo industrial e o que faz um profissional na área? Com os avanços da tecnologia e práticas modernas, a eficiência do modelo produtivo também avançou nas últimas décadas.

Assim, de correias transportadoras de cabo de aço utilizadas em outros setores até itens e produtos do dia a dia, a produção industrial é essencial para toda a sociedade.

Mas como ela acontece na prática? E o que faz um profissional da área? Continue a leitura e entendas mais aqui!

Produção industrial: o que é?

Primeiramente, vamos entender o que é a produção industrial. Em resumo, esse é o processo que, basicamente, permite transformar uma matéria-prima em um produto comercializável.

Dessa forma, a ideia é transformar algo em um produto útil ou essencial para atividades, ou pessoas. Esse processo, por sua vez, pode ser realizado de diferentes formas e ferramentas.

Além disso, a ação de transformação da matéria no processo industrial acontece de forma química ou mecânica, ou mesmo com a combinação deles.

Com isso, através da produção industrial é possível alterar as características da matéria-prima, como sua forma, cores e tamanho.

Como funciona a produção industrial
Como funciona a produção industrial

Como funciona a produção industrial

Mas como funciona a produção industrial, na prática? O que é feito para garantir a manutenção do processo produtivo?

Em resumo, ela visa suprir demandas e necessidades da sociedade. Assim, é a produção industrial que garante itens básicos e complexos para o desempenho de diversas atividades.

No entanto, para que isso aconteça, é necessário que haja toda uma cadeia produtiva, iniciando com a aplicação de diferentes matérias-primas. Exemplo disso são a fundição, injeção, usinagem, extrusão e jateamento.

Dessa maneira, a produção segue todo um sistema de entrada, onde acontece o processo de transformação. Para isso, aliás, há três tipos de processos industriais. 

Processo contínuo

Primeiramente, temos o processo contínuo. Em resumo, é onde a matéria-prima é processada diretamente, gerando o produto, sem pausas nesse processo.

No entanto, esse processo pode variar entre horas e meses, dependendo do maquinário utilizado e do produto a ser gerado. Exemplo de indústrias com esse processo são as siderúrgicas, petrolíferas e de papel.

Processo em batelada

Em seguida, outro processo industrial bem comum é em batelada. De forma direta, é onde uma quantia de matéria é processada, passo a passo.

Assim, cada etapa deve ser finalizada antes que outra comece. Da mesma forma, é necessário um maior controle de matéria processada.

Ao fim, quando tudo é concluído, o processo é iniciado novamente, com uma nova quantia de matéria sendo processada.

Dentre os exemplos desse tipo de processo estão a indústrias farmacêutica, de cosméticos e alimentícia.

Processo discreto

Por fim, há também o processo discreto. Na prática, é onde cada peça que deve ser feita é processada individualmente por etapa. Dessa maneira, é um processo comumente feito com uso de robôs e máquinas de ação contínua.

Como exemplo dessa produção industrial estão o setor de autopeças, montadoras de automóveis, fábricas de aviões e indústrias de eletroeletrônicos.

Gestão e Produção Industrial

Parte importante da produção industrial é a gestão dos processos aplicados para transformar a matéria. Mas o que é e como é feita a gestão industrial?

Na prática, ela é o campo cujo objetivo é organizar com máxima eficiência os processos que compõem toda a cadeia produtiva da industrial ou empresa.

Dessa maneira, é através dessa gestão que há uma integração entre os setores da empresa, o que garante resultados melhores. Para isso, além do desempenho das atividades do gestor, há também o uso de ferramentas e tecnologias.

A gestão industrial também tem como função ser uma ponte entre todas as fases da produção industrial.

O que faz um profissional da área
O que faz um profissional da área

O que faz um profissional da área?

Mas quais as funções do gestor industrial? O que esse profissional faz na produção industrial e de que forma colabora com a sua conclusão?

Em resumo, dentre algumas das funções do gestor, podemos citar:

Gerenciar as equipes das linhas produtivas

Uma das principais tarefas do gestor de produção industrial é o gerenciamento de equipes. É fundamental que o profissional tenha a capacidade de gerenciar times e pessoas.

Assim, é essencial que ele tenha capacidade de ouvir e a habilidade de delegar tarefas de forma estratégica.

Planejar a manutenção da produção

Mais uma das funções do gestor de produção industrial é o planejamento e manutenção da produção. Isto é, o gestor é quem cria medidas para organizar os grupos e equipes, garantindo que a produção se mantenha eficiente.

Dessa forma, essa atividade é essencial dentro de toda uma rotina produtiva, o que também garante a manutenção da empresa no mercado.

Para isso, é essencial que haja também toda uma manutenção preventiva e corretiva, sempre que for necessário.

Auxiliar na execução das operações

Por fim, outra atividade desempenhada pelo gestor de produção industrial é auxiliar na execução de operações.

Em resumo, é ele quem ajuda a organizar e otimizar todas as fases da operação. Assim, ele colabora com a execução e planejamento de tarefas e da produção em si.

Formação em Gestão de Produção Industrial

Mas como fazer para atuar na área? O que é necessário para ingressar no ramo de Produção Industrial?

Apesar de não existe um curso superior de Produção Industrial, quem deseja seguir carreira na área, há outras formações.

Exemplo disso é graduação em Engenharia da Produção ou um curso de Tecnólogo em Gestão em Produção Industrial.

Ambas as formações são caminhos que você pode adotar na hora de investir em sua entrada na área de Gestão de Produção Industrial. Em termos de salário, o profissional de produção industrial ganha, em média, R$ 10.800,00.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é Produção Industrial e o que faz um profissional na área, o próximo passo é investir em sua formação.

As formas de ingressar na área podem variar, a possibilidade de ter um bom retorno é bem grande. Mas para quem prestará vestibular, uma boa alternativa é investir no estudo de exatas.

Share.