A polarização na política é como um clássico de futebol e o Brasil precisa retornar à normalidade democrática, que se perdeu após as eleições de 2014, segundo o ex-presidente Lula (PT).

"Deixa eu pegar o futebol para tentar explicar. Não existe maior polarização na Bahia do que um Ba-Vi. Numa eleição, é a mesma coisa. Você tem dois candidatos que vão polarizar, disputando ideias e eleitores. Acabamos de ter uma polarização na Alemanha. Nos Estados Unidos foi assim também. Assim vale em todos os países do mundo. É assim que vai acontecer no Brasil. Um ganha e vai governar, o outro perde, vai lamentar e se preparar para a outra eleição", comparou o petista nesta quarta-feira, 20, em entrevista à rádio A TARDE FM.

Segundo o ex-presidente, o país precisa, porém, recuperar a "civilidade", que teria deixado de existir após a derrota de Aécio Neves (PSDB) para Dilma Rousseff (PT), quando o tucano questionou o resultado das eleições. "Acontece que foi estabelecido um ódio contra o PT, contra o Lula. Isso não existia no Brasil. Essa guerra começou a ser estabelecida quando o Aécio perdeu para a Dilma e não aceitou o resultado. Temos que voltar à normalidade", defendeu Lula.

Ao ser questionado se acredita na possibilidade de uma união eleitoral da esquerda, Lula opinou que isso deve ocorrer em torno de um programa e reiterou que considera natural um grande número de candidaturas. "Eu defendo a ideia que seja normal cada partido ter candidato, e é bom que seja assim. Quando disputei a primeira eleição, foi contra 12 candidatos. Se você tem 33 partidos, seria normal ter pelo menos 10 ou 15 candidatos a presidente. Eu acho que os setores progressistas precisam se unificar em torno de um programa", avaliou.

Fonte: Atarde

Se eleito, Lula diz que não vê problema em diálogo com o Centrão

Líder nas pesquisas de intenção de voto para a presidência nas eleições de 2022, o ex-presidente Lula afirmou nesta quarta-feira, 25, que se

Governadores decidem congelar ICMS por mais 60 dias

Os governadores decidiram em conjunto pelo adiamento do congelamento do (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) por mais 60 dias. O

Podemos repudia instalação de CPI contra Moro

Em nota divulgada nesta terça-feira, 25, a Executiva do Podemos repudiou a possibilidade de criação de uma CPI contra o ex-ministro Sergio

Aumentam as reclamações acerca do Secretário de Infraestrutura de

Teixeira de Freitas: “A incompetência em pessoa”, essa foi uma das muitas falas criticando o atual secretário de infraestrutura de Teixeira

Ex-deputada Kelly Magalhães morre aos 53 anos

A ex-deputada estadual Kelly Magalhães morreu, neste domingo (23), aos 53 anos, em Salvador. A informação foi divulgada pela Assembleia

Interesse de Bolsonaro no União Brasil pode levar Roma a apoiar Neto

O presidente Jair Bolsonaro (PL) estaria interessado em ter a apoio do União Brasil (UB) para a sua reeleição. A vontade de Bolsonaro estaria

Ciro Gomes lança pré-candidatura pelo PDT em convenção

O ex-ministro Ciro Gomes lançou nesta sexta-feira, 21, a sua pré-candidatura à Presidência da República pelo PDT, em convenção com

Dr. Marcelo Belitardo acompanha início de obra de recuperação na

Teixeira de Freitas: Na manhã desta sexta-feira (21), a Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas iniciou a obra de recuperação na Rua Rio

Prefeitura de Teixeira esclarece situação do caminhão de lixo

Teixeira de Freitas: A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas vem através desta nota esclarecer sobre caminhão que presta serviço para

Netinho anuncia pré-candidatura: 'Soldado de Bolsonaro'

O cantor Netinho anunciou nesta quarta-feira, 19, sua pré-candidatura a deputado federal no próximo pleito eleitoral. Em uma publicação no

Nossos Apoiadores: