Na avaliação do Institute for Health Metrics and Evoluation (IHME), estima que 125,8 mil pessoas devem morrer de covid-19 até agosto, caso não haja medidas para frear as infecções no país

Em meio ao crescimento exponencial de casos e mortes do novo coronvírus no Brasil, estudos tentam prever quantas mortes o país pode registrar nos próximos meses. Na avaliação do do Institute for Health Metrics and Evoluation (IHME), estima que 125,8 mil pessoas devem morrer de covid-19 até agosto, caso não haja medidas para frear as infecções no país.

Nesta terça-feira (26/5), o Brasil voltou a confirmar mais de mil mortes pela doença nas últimas 24 horas. De acordo com o balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, o país confirmou mais 1.039 registros e, com isso, chega a registrar 24.512 óbitos pela covid-19.

A pesquisa americana aponta que as fatalidades podem colocar o Brasil em primeiro lugar em números absolutos, caso os Estados Unidos mantenha a tendência de queda nas atualizações diárias. De acordo com levantamento do site de estatística World Meter, os EUA computaram 736 novas mortes, ou seja, 303 a menos que o Brasil registrou nesta terça.

Representantes da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) fizeram um alerta em cima das estimativas anteriores, de 88,3 mil mortos até o início de agosto. "Na América do Sul, estamos particularmente preocupados com o fato de que o número de novos casos reportados na última semana no Brasil foi o mais alto para um período de sete dias desde o início da pandemia", afirmou a diretora da Opas, Carissa Etienne.

Sendo puxado pelo Brasil, para Etienne, "não há dúvida, nossa região (América Latina) se tornou o epicentro da pandemia." A expectativa é que a média diária de morte continue ultrapassando a margem de mil. “Este não é o momento de flexibilizar”, alertou a diretora.

Com 391.222 casos confirmados, o país permanece em segundo lugar no ranking mundial de nações com mais casos da doença, atrás apenas dos Estados Unidos.

Fonte: Correio Brasziliense

Chega a 1413 casos confirmados de Covid-19 em Teixeira: 1166 pessoas

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas comunica, 53 novos casos confirmados. Nosso município atingiu o

Brasil chega a 60 mil mortes por covid-19

O país soma 1.488.753 casos acumulados da doença Até o momento, 60.632 pessoas morreram em decorrência da pandemia do novo coronavírus no

Comitê da COVID-19em Teixeira dará lugar para comissão técnica

Comitê gestor da COVID-19 em Teixeira de Freitas dará lugar para comissão técnica Desde o início da pandemia, o Município de Teixeira de

Teixeira registra 83 novos casos de Covid-19 e salta para 1360

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas comunica, com pesar, três novos registros de óbito em decorrência

Morre mais duas vítimas de Covid-19 em Teixeira: 3ª morte está

Teixeira de Freitas: Nesta terça-feira, 30 de junho, morreram mais duas vítimas de Covid-19 no Hospital de Campanha de Teixeira de Freitas.

Teixeira registra 36 novos casos e chega a 1277 confirmações de

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas comunica, 36 novos casos confirmados. Nosso município atingiu o

Chega a 1241 casos confirmados de Covid-19 em Teixeira: Mais um

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas comunica, com pesar, a morte de mais um paciente da COVID-19. Nesta

Bahia registra 55 óbitos e 884 casos de Covid-19 em 24h

Estado tem um total de 65.244 casos confirmados desde o início da pandemia Foram registrados 884 casos de Covid-19 e 55 óbitos nas últimas 24

Covid-19 matou 57 mil pessoas desde março no Brasil

Pacientes recuperados da doença já são quase 716 mil A covid-19 causou a morte de 1.109 pessoas nas últimas 24 horas no Brasil. Com isso, o

Chega a 1239 casos de Covid-19 em Teixeira: 20 mortos e 1016 pessoas

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas comunica, com pesar, a morte de mais um paciente da COVID-19. Nesta

Nossos Apoiadores: