Paulo Sérgio Ferreira, 37 anos, suspeito de assassinar com 12 facadas o mestre de capoeira Moa do Katendê, de 63 anos, em 8 de outubro do ano passado, vai a júri popular no dia 11 de setembro deste ano, às 8h30, no Fórum Ruy Barbosa. Conforme informações do Tribunal da Justiça da Bahia (TJ-BA), a sessão foi estabelecida na última terça-feira. Ele será julgado por homicídio duplamente qualificado por intenção fútil e impossibilidade de defesa da vítima.

O TJ-BA já havia divulgado, em abril passado, que Paulo Sérgio iria a júri popular, mas a data ainda não tinha sido definida. Sérgio tornou-se réu após a Justiça aceitar a denúncia do Ministério Público Estadual da Bahia (MP-BA) no dia 22 de outubro de 2018.

Conforme informações do promotor de Justiça do MP-BA, Davi Gallo, a pena terá um acréscimo por conta da idade de Moa. "A Constituição Federal prevê que os crimes dolosos contra a vida sejam sempre julgados por tribunal popular. O juiz que fundamenta essa decisão, mas eu não creio que essa pena passe de 25 anos de reclusão", frisou.

O julgamento será presidido pela juíza Gelzi Maria Almeida e o promotor Cássio Marcelo Santos. O suspeito que está detido em regime fechado, sendo condenado, dependendo do recurso ou não, pode ser encaminhado para a Penitenciária Lemos de Brito, na capital baiana.

"Por ser um caso que movimentou o mundo, além de ter tido tramitação rápida na Justiça, fiquei muito feliz. Vamos dar um basta e solucionar esse caso. Que seja feita Justiça" disse a filha de Môa, Jesse Mahi.

Relembre o caso

O mestre de capoeira e compositor Romualdo Rosário da Costa, conhecido como Moa do Katendê, foi morto a facadas na noite de 7 de outubro de 2018. O crime aconteceu após uma discussão sobre política no Bar do João, no Engenho Velho de Brotas, em Salvador.

O autor do crime, Paulo Sérgio, eleitor do então candidato à presidência Jair Bolsnaro, não concordou com a posição política de Moa, que era contrária e estava com um grupo que votava no PT. O criminoso foi em casa, pegou uma faca e desferiu 12 golpes contra a vítima. Sérgio foi preso e confessou o crime à polícia, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

Fonte: Atarde


Homem de 58 anos morre enquanto dirigia carro na BR-101

Itabela: Um motorista morreu enquanto conduzia um carro na BR-101, entre os municípios de Itabela e Itamaraju, por volta do meio-dia de domingo

Estudante morta com suspeita de H1N1 havia sido vacinada

Porto Seguro: O corpo da adolescente que morreu com suspeita de H1N1 em uma viagem ao município de Porto Seguro foi enterrado na tarde desta

Jardineiro morre afogado em piscina enquanto trabalhava

Um jardineiro morreu afogado na piscina da casa onde trabalhava, em Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, no sul do estado, na última sexta-feira

Prefeito de Naque é morto a tiros por vereador após discussão

O prefeito de Naque, Hélio Pinto de Carvalho (PSDB), foi morto a tiros na manhã deste sábado (13), pelo vereador Marcos Alves de Lima (PSDC).

Mototaxista é preso suspeito de fazer ‘delivery’ de drogas

Eunápolis: Um mototaxista de 26 anos foi preso na noite de quinta-feira (11) fazendo ‘delivery’ de drogas no centro de Eunápolis. Segundo

Assaltantes que roubaram R$ 10 mil são presos em Salvador

Investigações realizadas por policias da 10ª Delegacia Territorial (DT), situada no bairro de Pau da Lima, resultaram na prisão dos assaltantes

Mulher é flagrada em casa com crack e cocaína

Investigadores da 17ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Juazeiro) prenderam, na quarta-feira (10), a traficante Andréa

Caminhonete furtada em Minas Gerais é recuperada na Bahia

Um veículo que havia sido furtado em Minas Gerais, em 2016, foi recuperado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta terça-feira, 9, em

Mulher é presa suspeita de fraudar empréstimo bancário

Cássia Gomes Delitsch, de 58 anos, foi presa na tarde desta terça-feira, 9, em Salvador, suspeita de fraudar empréstimo bancário. Além

Quatro homens desaparecem após saírem para pescar

Quatro homens desapareceram após saírem para pescar no mar da cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. De acordo com a esposa de um dos pescadores,

Nossos Apoiadores: