Retomada do setor de serviços estimulará contratações, afirma Sachsida

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, afirmou hoje (17) que o emprego vai crescer em 2021, puxado pelo setor de serviços. Sachsida destacou que ainda existem R$ 110 bilhões de recursos a serem injetados na economia por meio do restante de pagamentos do auxílio emergencial e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

“O emprego vai crescer em 2021. Os dados são muito claros: o grosso do desemprego está vindo do setor informal. À medida que o setor de serviços retoma, rapidamente volta a contratar, à medida que o distanciamento social diminui, rapidamente tem a contração de informais”, disse Sachsida, em entrevista coletiva virtual para apresentar o boletim MacroFiscal da secretaria.

Sachsida disse ainda que o governo tem trabalhado para reduzir os custos da contratação formal. De acordo com o secretário, para cada R$ 1 mil pago em salários, o empregador tem custos de R$ 1,8 mil. “Quer dizer que o trabalhador recebe pouco, e empresário paga muito. Enquanto sociedade, vamos ter que endereçar essa questão. Há várias frentes para diminuir a burocracia, o custo de contração no Brasil.”

Ele ressaltou que é preciso fazer escolhas, como dar aos trabalhadores o direito de escolher se querem trabalhar no domingo à noite, por exemplo. “Vamos ter que devolver ao trabalhador o seu inalienável direito de escolher para quem e quando trabalhar. Se ele quer trabalhar, deixa ele em paz”, argumentou.

Recursos na economia

Segundo Sachsida, ainda restam R$ 45 bilhões de auxílio emergencial a serem pagos, que, somados com recursos ainda não sacados do FGTS, vão gerar R$ 110 bilhões na economia do país nos próximos meses.

Sachsida disse que o governo precisou gastar mais para enfrentar a pandemia de covid-19, mas ressaltou que a agenda de “consolidação fiscal” não foi abandonada. Ele enfatizou que o governo manterá o teto de gastos, fará privatizações e manterá o “enxugamento” dos bancos públicos. Ele explicou que as privatizações têm um processo lento porque, em uma democracia, é preciso “construir consensos”.

Segunda onda

O secretário afirmou ainda que a possibilidade de uma segunda onda de contaminações pelo novo coronavírus é “baixíssima” no Brasil. “Nossos estudos aqui na SPE [Secretaria de Política Econômica] indicam que a probabilidade de uma segunda onda é muito baixa. Vários estados já atingiram, ou estão próximos de atingir, imunidade de rebanho. Honestamente, acho baixa a probabilidade de segunda onda”, disse. Sachsida citou estudos recentes segundo os quais a “imunidade de rebanho” é alcançada quando 20% da população foi contaminada.

Questionado se o governo tem um plano para o caso de novas medidas de isolamento social, o secretário disse que prefere “não dar respostas concretas a perguntas hipotéticas”, mas destacou que é responsabilidade da secretaria ter sempre um plano de contingência.

“Algo concreto é a forma da retomada econômica. Desde outubro, o setor de serviço está cada vez mais forte e vai garantir a tração necessária para a economia”, afirmou.

Fonte: Agência Brasil

MP pede prisão do prefeito de Manaus por fraudes na vacinação

O Ministério Público solicitou a prisão do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), em ação que denuncia irregularidades na aplicação da

Dólar volta a R$ 5,40 com tensões no mercado externo

Bolsa emendou sexta sessão seguida de queda Num dia marcado pela tensão no mercado internacional, o dólar voltou a superar os R$ 5,40. A

TCU dá 5 dias para Governo explicar uso cloroquina no SUS

O Ministério da Saúde, comandado pelo ministro Eduardo Pazuello, terá cinco dias para apresentar explicações ao Tribunal de Contas da União

Ministério Público cobra lista de vacinados em municípios baianos

O Ministério Público Federal (MPF-BA) solicitou que cidades do Recôncavo baiano e da Região Metropolitana de Salvador compartilhem a lista de

Com várias acusações de corrupção, a ex-prefeita Lourdinha e seu

Lajedão: A Equipe da TVLN e da Rádio Lajedão FM vem sendo procurada por moradores da cidade de Lajedão, denunciando a nomeação da ex-prefeita

Bolsonaro chega em Barreiras e parte para entrega de parte de obras

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a Coribe, no oeste da Bahia, na manhã desta quinta-feira (21) para fazer a entrega de parte do

Bolsonaro envia carta a Biden e fala em parceria Brasil-EUA

O presidente Jair Bolsonaro cumprimentou Joe Biden por sua posse como novo presidente dos Estados Unidos em mensagem publicada nas redes sociais no

Dólar cai para R$ 5,31 com otimismo por posse de Biden

Bolsa descolou-se do exterior e caiu por segundo dia seguido Num dia de otimismo nos mercados globais com a posse do presidente

Suzano emite nota sobre paralisação no transporte de madeira via

Caravelas: A Suzano informa que o processo de transporte de madeira via barcaças entre o Terminal Marítimo de Caravelas (BA) e Portocel (ES)

Prefeito Silvio Ramalho fala sobre decisão da Suzano de encerrar

Caravelas: O prefeito municipal de Caravelas, Silvio Ramalho, comentou em um vídeo gravado nesta segunda-feira (18), o motivo pelo qual a Suzano

Nossos Apoiadores: