Segundo estudo, dado destaca a pobreza e a desigualdade do país

As pessoas que recebem o auxílio emergencial, pago pelo governo federal durante a pandemia de covid-19, tiveram seus rendimento aumentados em 24% em relação ao que recebiam usualmente antes da pandemia. Os dados, divulgados hoje (30), são do Centro de Estudos em Microfinanças e Inclusão Financeira da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O impacto do auxílio emergencial é maior no caso dos empregados informais, cuja elevação de renda proporcionada pelo auxílio chegou a 50%, passando de uma média de R$ 1.344 (pré-pandemia) para R$ 2.016.

“Para aqueles que receberam o auxílio emergencial, o acréscimo de renda mais do que compensou, pelo menos até o momento, as perdas de renda derivadas da crise. Isso não significa que o auxílio emergencial seja excessivo, mas sim que o nível de pobreza e desigualdade do Brasil é muito alto”, destaca o texto do estudo.

O levantamento mostra que alguns profissionais foram mais afetados pela pandemia, como cabeleireiros e manicure, que perderam, sem levar em conta o auxílio emergencial, 42% da renda usual. Vendedor ambulante (-38%), motorista (-36%), vendedor a domicílio (-33%), e artesão, costureiro e sapateiro (-33%), também tiveram quedas acentuadas em seus rendimentos. 

De acordo com o estudo, o auxílio emergencial já foi pago a cerca de 64 milhões de brasileiros, de um total de 104 milhões de solicitações. “O número de pessoas que solicitaram o auxílio mostra que o volume de recursos do Bolsa Família pode não ser suficiente. Existe uma parcela da população que é bastante vulnerável, que não está sendo atendida”, destacou o coordenador do Centro de Estudos em Microfinanças e Inclusão Financeira da FGV, e um dos autores do estudo, Lauro Gonzalez.

“São pessoas que não são pobres suficientemente para estarem no Bolsa Família, mas que são pobres também, estão sujeitas aos efeitos negativos de choques, como esse que a gente teve na pandemia. Um mecanismo mais adequado [para corrigir isso] seria alguma coisa na linha de uma renda básica, abrangendo um número maior de pessoas”, acrescentou.

O levantamento foi feito com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19 realizada em junho de 2020 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Benefício

O benefício foi criado pelo governo federal para tentar reduzir os efeitos negativos na economia causados pela pandemia novo coronavírus, que obrigou o mundo a suspender diversos setores da atividade econômica. O auxílio é destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEIs), autônomos, desempregados e famílias integrantes do programa Bolsa Família. A parcela é R$ 600 ou de R$ 1,2 mil, para mães solteiras.

Fonte: Agência Brasil

Pandemia: Governo economiza R$ 466 milhões com a máquina pública

Gastos com diárias, passagens e energia foram reduzidos Com milhares de servidores públicos trabalhando de forma remota em casa por causa da

Fernando da BR desponta como nome forte para a Prefeitura de

Fernando da BR lança sua pré-candidatura a prefeito do município de Ibirapuã Ibirapuã: Pré-candidato a prefeito de Ibirapuã, o bacharel em

Demanda por armas aumenta 620% na Bahia

No primeiro semestre do ano, a loja de armas, na capital baiana, do empresário Alexandre Lobo teve alta de 30% nas vendas, na comparação com o

Detran libera aulas e exames práticos para primeira habilitação

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) publicou, neste sábado, 1°, a portaria que regulamenta o retomada das aulas e exames práticos

STF julgou quatro processos da Lava Jato contra políticos desde 2015

O Supremo Tribunal Federal (STF) só julgou quatro processos referentes à Lava Jato desde 2015, quando as investigações da operação atingiram

Caixa atualiza informações sobre o auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal atualiza, ao vivo, nesta quarta-feira, 29, as informações sobre lotes e prazos de pagamento do auxílio emergencial

Toffoli suspende investigações sobre senador José Serra

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu nesta quarta-feira, 29, duas investigações abertas pela Justiça

Faixa de extrema pobreza é a menor em 40 anos no Brasil

Percentual caiu de 4,2% para 3,3% da população, revela pesquisa A faixa da população que vive em extrema pobreza foi a menor dos últimos 40

Porto Seguro e outras três cidades voltam a ter voos diretos para a

A partir de 31 de agosto, se deslocar pela Bahia ficará mais rápido e prático. A capital baiana ganhou novos voos diretos para as cidades de

Toque de recolher é prorrogado até dia 2 de agosto em Porto Seguro

Porto Seguro: A prefeita Cláudia Oliveira assinou, nesta segunda-feira (27/07), um novo decreto prorrogando, até o dia 2 de agosto, às 23h59, o

Nossos Apoiadores: