Anúncio foi feito neste sábado em coletiva de imprensa

O Ministério da Saúde anunciou em coletiva de imprensa realizada na manhã deste sábado, 27, que serão produzidas 30 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 para serem entregues em dezembro de 2020 e janeiro de 2021. A vacina será produzida pelo Parque indrustrial tecnológico de Bio-Manguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com a Universidade de Oxford.

A produção será feita a partir de um acordo do governo federal com a embaixada britânica e o laboratório AstraZeneca, que prevê a compra de lotes da vacina e da transferência de tecnologia. Se demonstrada eficácia, serão 100 milhões de doses à disposição da população brasileira.

Segundo o Ministério da Saúde, o acordo tem duas etapas. A primeira, com uma encomenda, em que o Brasil assume também os riscos da pesquisa, ou seja, será paga pela tecnologia mesmo não tendo os resultados dos ensaios clínicos finais. Em uma segunda fase, caso a vacina se mostre eficaz e segura, será ampliada a compra.

“O mundo inteiro está testando a eficácia dessa vacina, está na fase 3 e as fases 1 e 2 mostram uma eficácia tecnológica. Caso os ensaios clínicos não confirmem isso, não iremos aplicar na população brasileira”, afirmou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo de Medeiros, durante a coletiva.

Na fase inicial, serão 30,4 milhões de doses da vacina, no valor total de U$ 127 milhões, incluídos os custos de transferência da tecnologia e do processo produtivo da Fiocruz, estimados em U$ 30 milhões. Os dois lotes a serem disponibilizados à Fiocruz, de 15,2 milhões de doses cada, deverão ser entregues em dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

 “O governo federal considera que esse risco de pesquisa e produção é necessário devido a urgência pela busca de uma solução efetiva para manutenção da saúde pública e segurança para a retomada do crescimento brasileiro”, diz o Ministério, em nota.

Caso se confirme a eficácia e segurança da vacina, serão mais 70 milhões de doses. “Pacientes serão acompanhados por um ano ou até mais tempo. Porém, até outubro ou novembro termos dados preliminares da vacina”, disse a diretora de Ciência e Tecnologia, Camile Sachetti.

Fonte: Atarde

Pandemia: Governo economiza R$ 466 milhões com a máquina pública

Gastos com diárias, passagens e energia foram reduzidos Com milhares de servidores públicos trabalhando de forma remota em casa por causa da

Fernando da BR desponta como nome forte para a Prefeitura de

Fernando da BR lança sua pré-candidatura a prefeito do município de Ibirapuã Ibirapuã: Pré-candidato a prefeito de Ibirapuã, o bacharel em

Demanda por armas aumenta 620% na Bahia

No primeiro semestre do ano, a loja de armas, na capital baiana, do empresário Alexandre Lobo teve alta de 30% nas vendas, na comparação com o

Detran libera aulas e exames práticos para primeira habilitação

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) publicou, neste sábado, 1°, a portaria que regulamenta o retomada das aulas e exames práticos

STF julgou quatro processos da Lava Jato contra políticos desde 2015

O Supremo Tribunal Federal (STF) só julgou quatro processos referentes à Lava Jato desde 2015, quando as investigações da operação atingiram

Pesquisa: Auxílio emergencial elevou em 24% renda pré-pandemia

Segundo estudo, dado destaca a pobreza e a desigualdade do país As pessoas que recebem o auxílio emergencial, pago pelo governo federal durante

Caixa atualiza informações sobre o auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal atualiza, ao vivo, nesta quarta-feira, 29, as informações sobre lotes e prazos de pagamento do auxílio emergencial

Toffoli suspende investigações sobre senador José Serra

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu nesta quarta-feira, 29, duas investigações abertas pela Justiça

Faixa de extrema pobreza é a menor em 40 anos no Brasil

Percentual caiu de 4,2% para 3,3% da população, revela pesquisa A faixa da população que vive em extrema pobreza foi a menor dos últimos 40

Porto Seguro e outras três cidades voltam a ter voos diretos para a

A partir de 31 de agosto, se deslocar pela Bahia ficará mais rápido e prático. A capital baiana ganhou novos voos diretos para as cidades de

Nossos Apoiadores: