O Procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou nesta terça-feira, 31, que em até três dias deve se posicionar sobre o pedido de afastamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por 180 dias. As informações são do site Muita Informação.

O pedido foi protocolado pelo deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG) e encaminhado a Procuradoria pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello na noite de segunda-feira, 30. O argumento é que o presidente atrapalha o combate a pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

"O pedido chegou agora ao meio-dia ao meu gabinete e eu fui comunicado. Vou começar a estudar o caso agora à tarde, mas a imprensa tem a pressa que eu não posso ter. Não posso me manifestar sem antes estudar o caso. Não vou conseguir responder a essa pergunta em menos de três dias", afirmou Aras.

Em entrevista ao jornal O Globo, Aras, que foi indicado por Bolsonaro ao cargo, declarou que é injusta a crítica de que a Procuradoria-Geral da República (PGR) tem sido omissa diante da falta de ações do presidente durante a pandemia, já que suas manifestações estão resguardadas pela liberdade de expressão e imunidade do seu cargo.

No entanto, ele afirmou que a PGR pode ir à Justiça contra o Bolsonaro, caso ele decida implementar um decreto. "O Estado está funcionando normalmente e o governo, leia-se o presidente da República, tem liberdade de expressão e goza de certas imunidades. Agora, se o presidente vier a baixar um decreto, qualquer que seja, contrariando a orientação da horizontalidade, estabelecendo a verticalidade ou não, tudo isso é passível, sim, de apreciação judicial. E sendo passível de apreciação judicial, não somente os legitimados poderão recorrer à via judicial, como o próprio Ministério Público", declarou.

Fonte: Atarde

Vereador Adriano Souza e moradores comemoram um ano do Chafariz

Teixeira de Freitas: Inaugurado no dia 28 de maio de 2019, o Chafariz comunitário do Bairro Santa Rita é fruto da proposição legislativa do

Mourão assume comitê do Fundo Amazônia no lugar de Salles

Decisão de troca foi tomada após reunido do vice-presidente com embaixadores de Alemanha e Noruega, principais doadores do órgão O

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela

Novo valor está em discussão no governo O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (28) que o governo deve propor uma quarta parcela

Câmara dos Deputados aprova 'Lei Aldir Blanc' para setor cultural

O projeto de Lei de Emergência Cultural prevê R$ 3,6 bilhões da União para estados, municípios e Distrito Federal Foi aprovada pela Câmara

Auxílio: Governo pode reavaliar cadastros para liberar a 2º parcela

Alguns trabalhadores reclamam que ainda não receberam a segunda parcela dos R$ 600 porque estão em reanálise cadastral A Caixa Econômica

Decreto Municipal: Entenda o novo horário de funcionamento do

Teixeira de Freitas: Por conta do avanço do novo Coronavírus em Teixeira de Freitas, com 71 casos confirmados até esta terça-feira, 25 de maio,

Começará a valer restrição à entrada de brasileiros nos EUA

Decreto assinado no domingo por Trump previa início da medida na sexta-feira, mas governo americano antecipou a data Os Estados Unidos

Brasil alcança marca de 10 mil adoções de crianças em 5 anos

Levantamento mostra que 5.026 crianças estão aptas para adoção O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou hoje (25) que o Brasil atingiu a

Secretário de Vigilância do Ministério da Saúde anuncia demissão

O secretário Nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, anunciou que vai deixar o cargo nesta

Governador esclarece dúvidas e confirma feriado em toda a Bahia nos

Segunda-feira e terça-feira, é feriado para todos os municípios da Bahia, está no decreto. Segunda, referente ao feriado de 02 de Julho, e

Nossos Apoiadores: